Amigos, amigos, cidades à parte.

Todos nós sabemos muito bem dos perigos de se teclar em um chat, principalmente para os mais inexperientes. Mas, e se essa nova forma de comunicação for usada de maneira sadia por ambas as peças atrás do teclado? Os mais conservadores dirão que somente cara a cara se consegue uma impressão fiel de uma pessoa, mas onde é melhor para ter a real personalidade exposta do que escondido pelo grosso pano do anonimato?

O relacionamento virtual, seja para amizade ou algo a mais, tem crescido muito nos últimos tempos e vários fatores contribuem para esse aumento. O tempo, cada vez maior, que se passa em frente ao computador, poderia ser considerado o mais influente deles, não fosse a imensa curiosidade, principalmente do jovem, de conhecer pessoas novas, de culturas e costumes que diferem dos seus.

Passando a tratar do relacionamento mais íntimo, este geralmente exige mais cuidado, pois para ser prazeroso e saudável tem como base um relacionamento não-virtual.

Mesmo não vendo quem está do outro lado, é sempre bom respeitar as pessoas como gostariamos de ser respeitados, respeitar algumas regras de convivência, e  saber balancear o real e o virtual.

Uma resposta to “Amigos, amigos, cidades à parte.”

  1. tudo bem , tudo bem sempre corremos um risco ai de sair e ( apenas ) nunca mais voltar…
    mas é sempre bom conhecer pessoas e suas idéias novas!!!
    eu sei muito bem disso!
    mas claro, tive sorte na onde eu fui parar nééé ”gurizada”!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: